Servir é Amar

Ceia do Senhor (Ano B)
Jo 13, 1-15

P. Jorge Benfica | Comunidade Shalom

Desafio-te:

Faz da tua vida, serviço aos irmãos, aos teus amigos e àqueles que mais necessitam e, assim serás feliz!

Descarrega: PDF | Video

Partilha:

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que chegara a sua hora de passar deste mundo para o Pai, Ele, que amara os seus que estavam no mundo, amou-os até ao fim. No decorrer da ceia, tendo já o Demónio metido no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, a ideia de O entregar, Jesus, sabendo que o Pai Lhe tinha dado toda a autoridade, sabendo que saíra de Deus e para Deus voltava, levantou-Se da mesa, tirou o manto e tomou uma toalha, que pôs à cintura. Depois, deitou água numa bacia e começou a lavar os pés aos discípulos e a enxugá-los com a toalha que pusera à cintura. Quando chegou a Simão Pedro, este disse-Lhe: «Senhor, Tu vais lavar-me os pés?». Jesus respondeu: «O que estou a fazer, não o podes entender agora, mas compreendê-lo-ás mais tarde». Pedro insistiu: «Nunca consentirei que me laves os pés». Jesus respondeu-lhe: «Se não tos lavar, não terás parte comigo». Simão Pedro replicou: «Senhor, então não somente os pés, mas também as mãos e a cabeça». Jesus respondeu-lhe: «Aquele que já tomou banho está limpo e não precisa de lavar senão os pés. Vós estais limpos, mas não todos». Jesus bem sabia quem O havia de entregar. Foi por isso que acrescentou: «Nem todos estais limpos». Depois de lhes lavar os pés, Jesus tomou o manto e pôs-Se de novo à mesa. Então disse-lhes: «Compreendeis o que vos fiz? Vós chamais-Me Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque o sou. Se Eu, que sou Mestre e Senhor, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns aos outros. Dei-vos o exemplo, para que, assim como Eu fiz, vós façais também».
Palavra da salvação.

(Jo 13, 1-15)

Como costumam ser as refeições lá na sua casa? Quando junta os amigos… A família… Com certeza um ambiente de festa, de partilha. Todos riem, sentem-se felizes, comem da mesma comida. É realmente um ambiente de grande festa. Jesus também quis viver essa mesma festa com os Seus discípulos. Com certeza Jesus viveu esse mesmo clima de partilha e de comunhão que você vive aí na sua casa. Jesus quis viver esse mesmo ambiente com os Seus discípulos... Sentar-se à mesa… Partilhar a vida… Partilhar o alimento… Tornar-se família...

Jesus estava consciente de que o Projeto de Deus precisava realizar-se, mas não como todos esperavam… Um Messias grandioso, poderoso. Mas assumiu a forma da simplicidade e realizou um gesto inesperado: começou a lavar os pés dos Seus discípulos. Há umas curiosidades interessantes aí. Jesus tira o manto. E tirar o manto significa despojar-se da dignidade do Senhor. Coloca o avental, ferramenta de trabalho do servo, e começa a lavar os pés dos Seus discípulos. Imagina a expressão de cuidado e ternura com que Jesus lava os pés de cada um... O cuidado… O amor que Jesus coloca nesse gesto. Pedro não entende muito bem como é que Jesus, que sei que é Senhor, vai lavar os pés... Isso é trabalho de servo. Isso é trabalho daqueles que não são judeus, das mulheres, das crianças. Mas Jesus realiza esse gesto. E ainda diz mais, a Pedro, ainda vai mais além: “Se Eu não realizar esse gesto, o Projeto de Deus não se realiza.”. Jesus quer mostrar que o Projeto de Deus é a realização da simplicidade, da harmonia, do serviço. Jesus quer mostrar que Deus é o servidor da humanidade, Deus se baixa e lava os nossos pés, cuida de cada um de nós.

Imagine você sentado nessa mesa, Jesus lavando os seus pés, cuidando com ternura e carinho. Claro que Pedro não foi capaz de entender esse gesto, mas deixou que Jesus lavasse os seus pés. Uma coisa que é curiosa: o evangelista não diz quem foi o primeiro a ser lavado os pés. Isso quer dizer que na mesa de Jesus, na comunidade não tem preferências, não tem o primeiro, não tem o último. Todos são iguais. Todos recebem o mesmo carinho e o mesmo amor.

E Jesus vai mais longe: “Se vocês realizarem esse gesto, vocês serão felizes. Se vocês forem capazes de servir, vocês serão felizes.”. Então essa leitura nos convida a lavar os pés uns dos outros, quer dizer, colocarmo-nos ao serviço uns dos outros. Esse é o grande desafio que Jesus nos faz. E aí, vamos ficar parados ainda? Vamos aceitar este desafio?

P. Jorge Benfica

Newsletter

Subscreve já a nossa newsletter e recebe em primeira mão cada novo episódio.