Pastor: Procura-se

4.º Domingo de Páscoa (Ano B)
Jo 10, 11-18

P. Abel Ferreira | Paróquia de Monte Abraão

Desafio-te:

Deixa-te encontrar por Jesus! Reza pelas vocações: Senhor que queres de mim?

Descarrega: PDF | Video

Partilha:

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Naquele tempo, disse Jesus: «Eu sou o Bom Pastor. O bom pastor dá a vida pelas suas ovelhas. O mercenário, como não é pastor, nem são suas as ovelhas, logo que vê vir o lobo, deixa as ovelhas e foge, enquanto o lobo as arrebata e dispersa. O mercenário não se preocupa com as ovelhas. Eu sou o Bom Pastor: conheço as minhas ovelhas, e as minhas ovelhas conhecem-Me, do mesmo modo que o Pai Me conhece e Eu conheço o Pai; Eu dou a vida pelas minhas ovelhas. Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil e preciso de as reunir; elas ouvirão a minha voz e haverá um só rebanho e um só Pastor. Por isso o Pai Me ama: porque dou a minha vida, para poder retomá-la. Ninguém Ma tira, sou Eu que a dou espontaneamente. Tenho o poder de a dar e de a retomar: foi este o mandamento que recebi de meu Pai».
Palavra da salvação.

(Jo 10, 11-18)

O quarto domingo da Páscoa que estamos a viver, a celebrar, está mais ou menos a meio entre o domingo de Páscoa e o domingo de Pentecostes, que marca o fim do Tempo Pascal. E neste quarto domingo aparece-nos sempre a imagem do bom pastor. Este domingo é chamado o domingo do Bom Pastor. Onde Jesus diz: “Eu sou o bom pastor que dou a vida pelas minhas ovelhas. Não sou como o mercenário que ao ver dificuldades foge.”. E quem é este mercenário? Se calhar estás a pensar: “Ah! É alguém que… Ladrão... Que vem destruir o rebanho…”. Não! O mercenário era alguém que estava perfeitamente previsto e que ajudava o pastor. Mas ajudava-o com determinados limites. Só cuidava das ovelhas quando os perigos não eram realmente graves.

Ora, quem é o bom pastor? Jesus diz-nos que este pastor é Ele e que dá a vida… E que dá a vida até ao limite. Imagina isto… É a diferença entre ser um desportista, praticares algum desporto e seres o campeão olímpico. É esta a diferença entre o mercenário e o pastor.

Repara... Jesus é o bom pastor e anda à tua procura. Onde é que tu estás? Deixas-te encontrar por Ele? Deixas que Jesus te cuide quando estás triste, quando achas que ninguém te compreende, nem os teus amigos, nem os teus pais, nem a tua família, ninguém à tua volta? Mas Jesus compreende-te e vai à tua procura. Vai à tua procura para te dar uma palavra de consolo, para cuidar de ti, para dar a vida. Aceitas este desafio que Jesus te faz de te deixares encontrar por Ele?

Também neste domingo, como te dizia no princípio, é o dia de oração pelas vocações. Se calhar já estão a soar aí uns sininhos, umas campainhas: “Ah! Mas as vocações… Isso é para os Padres… É para as Freiras... Mas eu não quero ser Padre… Eu não quero ser Freira.”. Tens medo de quê? Achas que Jesus não quer o melhor para ti? Achas que quando Ele diz que dá a vida não quer a tua felicidade? Onde é que tu achas que está a tua felicidade? Já lhe perguntaste “Senhor o que é que tu queres de mim? O que é que tu queres da minha vida? Como é que eu posso dar a vida também por aqueles que estão à minha volta?”. E não é preciso ser assim de uma forma extraordinária. Até pode ser, se for essa a vontade de Deus, se for essa a resposta que tu Lhe deres. Mas, todos os dias, quotidianamente, estás disposto a dar a vida? Estás disposto a deixar-te cuidar pelo Senhor?

Escuta aquilo que o Senhor tem para te dizer. Escuta aquilo que Jesus quer dar à tua vida.

Bom domingo.

P. Abel Ferreira

Newsletter

Subscreve já a nossa newsletter e recebe em primeira mão cada novo episódio.