A Medida da Fé

27.º Domingo Tempo Comum (Ano C)
Lc 17, 5-10

P. Bernardo Trocado | Paróquia de Algés

Desafio-te:

Esta semana pergunta-te: estou a obedecer a Jesus?

Descarrega: PDF | Video

Partilha:

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo, os Apóstolos disseram ao Senhor: «Aumenta a nossa fé». O Senhor respondeu: «Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: 'Arranca-te daí e vai plantar-te no mar', e ela obedecer-vos-ia. Quem de vós, tendo um servo a lavrar ou a guardar gado, lhe dirá quando ele voltar do campo: 'Vem depressa sentar-te à mesa'? Não lhe dirá antes: 'Prepara-me o jantar e cinge-te para me servires, até que eu tenha comido e bebido. Depois comerás e beberás tu'?. Terá de agradecer ao servo por lhe ter feito o que mandou? Assim também vós, quando tiverdes feito tudo o que vos foi ordenado, dizei: 'Somos inúteis servos: fizemos o que devíamos fazer'.
Palavra da Salvação.

(Lc 17, 5-10)

Então, nós neste domingo, ouvimos os apóstolos a fazerem um pedido a Jesus… Eles pediram: “Senhor aumentai a nossa fé”. O que é que eles pedem a Jesus? O que é que eles estão a pedir? Eles estão a pedir mais certezas? Estão a pedir a ausência de dúvidas? Estão a pedir aqui um cantinho no coração? O que é que é este pedido: “aumentai a nossa fé”? O que é que é ter uma fé grande? Ou o que é que é uma fé baixa? Qual é a medida da fé? Esta é a pergunta que eles fazem a Jesus e Jesus, diante desse pedido, Ele vai usar uma imagem.

Primeiro usa uma imagem que é a imagem de uma semente, uma semente para dizer que a fé, antes de tudo, é algo que Deus semeia. A fé é semeada por Deus e, se é semeada por Deus, temos de a pedir. A fé é para pedir. Temos de pedir a fé. A fé é uma semente. Mas Jesus vai mais longe… Jesus diz que a fé é um grão de mostarda, ou seja, é a semente mais pequenina de todas. É mesmo muito pequenina. Jesus está-nos a dizer que a fé, essencialmente, não é uma coisa grande, é uma coisa pequenina e escondida, uma coisa escondida, uma coisa para os pequeninos. Mas se é escondida e pequenina, mais tarde ou mais cedo, ela aparece e ela vê-se. E onde é que ela se vê? É na vida transformada. A fé vê-se numa vida transformada.

Jesus dizia que se tivéssemos uma fé deste tamanho, pequenina como um grão de mostarda, nós teríamos o poder de dizer a uma amoreira, uma grande árvore: “arranca-te daí e vai plantar-te na água, no mar”. E ela obedeceria. Pois, se a fé tem poder de fazer obedecer uma árvore, eu digo-te: o verdadeiro poder da fé é fazer com que eu obedeça. A fé do tamanho de um grão de mostarda tem este grande poder: que eu obedeça a Jesus. Aí é que se vê. Aí é que se vê o que é que é uma fé grande.

Se nós nos perguntávamos qual é que é a medida da fé, como é que vemos se uma fé é grande ou pequena: é aqui! Tu, na tua vida, obedeces a Jesus ou não? É para aí que tens de olhar. Se queres perguntar sobre a tua fé, pergunta-te: eu estou a obedecer a Jesus ou não? Eu confio em Jesus? Eu quero fazer a vontade de Jesus? Eu quero ser como este servo também do Evangelho, que serve Jesus, que obedece à Sua vontade? Essa é que é a medida da fé.

P. Bernardo Trocado

Newsletter

Subscreve já a nossa newsletter e recebe em primeira mão cada novo episódio.