5.º Domingo da Páscoa

5.º Domingo da Páscoa (Ano A)
Jo 14, 1-12

P. Abel Ferreira | Paróquia de Monte Abraão

Desafio-te:

Desafio-te a reflectires em que atitudes tuas, quem olhar para ti, vai reconhecer Jesus?

Descarrega: Sem PDF | Sem video

Partilha:

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Não se perturbe o vosso coração. Se acreditais em Deus, acreditai também em Mim. Em casa de meu Pai há muitas moradas; se assim não fosse, Eu vos teria dito que vou preparar-vos um lugar? Quando eu for preparar-vos um lugar, virei novamente para vos levar comigo, para que, onde Eu estou, estejais vós também. Para onde Eu vou, conheceis o caminho». Disse-Lhe Tomé: «Senhor, não sabemos para onde vais: como podemos conhecer o caminho?». Respondeu-lhe Jesus: «Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por Mim. Se Me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. Mas desde agora já O conheceis e já O vistes». Disse-Lhe Filipe: «Senhor, mostra-nos o Pai e isto nos basta». Respondeu-lhe Jesus: «Há tanto tempo que estou convosco e não Me conheces, Filipe? Quem Me vê, vê o Pai. Como podes tu dizer: 'Mostra-nos o Pai'? Não acreditas que Eu estou no Pai e o Pai está em Mim? As palavras que Eu vos digo, não as digo por Mim próprio; mas é o Pai, permanecendo em Mim, que faz as obras. Acreditai-Me: Eu estou no Pai e o Pai está em Mim; acreditai ao menos pelas minhas obras. Em verdade, em verdade vos digo: quem acredita em Mim fará também as obras que Eu faço e fará obras ainda maiores, porque Eu vou para o Pai».
Palavra da salvação.

(Jo 14, 1-12)

Estamos no 5º Domingo da Páscoa. No Evangelho que escutámos hoje, Jesus fala de Si, usando três palavras, novamente palavras fortes. Que palavras são essas? Jesus diz: "Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida". Antes disso Jesus faz uma pequena introdução e diz-nos: "Não se perturbe o vosso coração". Repara, esta é a primeira nota, que Jesus convida-te a estares descansado. O tempo da Páscoa, que já celebrámos há algum tempo, mas que estamos a viver agora assim plenamente durante cinquenta dias é o tempo da alegria, o tempo de não haver perturbações, o tempo de haver confiança.

Percebemos por que é que Jesus faz esta afirmação "Não se perturbe o vosso coração". Este discurso que acabaste de escutar é um discurso de despedida de Jesus. Jesus está num momento importante, sério com os Seus discípulos e vai-lhes falar daquilo que lhes vai acontecer e portanto, naturalmente, os discípulos estão tensos, não sabem bem como é que vai desenvolver toda aquela história, percebem que há alguma coisa que eles ainda não viram, mas alguma coisa importante que Jesus tem para lhes revelar e portanto estão, de certa maneira, apreensivos. E Jesus diz-lhes "Não se perturbe o vosso coração".

Avançando um pouco mais… Qual é a primeira palavra que Jesus usa para falar de Si? "Eu Sou o Caminho". Quando ouves esta palavra, o que é que te lembras? O que é um caminho? O caminho é uma estrada, que tu tens que percorrer, que te há de levar a alguma meta. Para fazeres este caminho o que é que é preciso? Bom, em primeiro lugar saíres do sítio onde estás, pores-te em marcha, pores-te em movimento. Portanto, caminho significa movimento, significa pôr-se em marcha, significa andar para algum lado. Ora, se Jesus diz de Si próprio que "Eu sou o Caminho" então quando tu te pões a andar estás a dizer "Eu estou a caminhar para Jesus".

A segunda imagem que Jesus usa é esta "Eu Sou a Verdade". Ora, verdade opõe-se a quê? A mentira. Todos nós procuramos a verdade na nossa vida, procuramos não ser enganados, procuramos que as decisões que tomamos sejam, realmente, as decisões certas. Como é que nós conseguimos fazer isto? Como é que Jesus sabe isto de Si próprio e diz "Eu Sou a Verdade"? Porque Jesus é a imagem de Deus. Repara, estamos a avançar um pouco mais, a entrar noutro campo: Deus. Qual é a tua imagem de Deus? Quem é Deus para ti? Quando na escola te perguntam se tu és católico, se acreditas em Deus, o que é que tu dizes? Bom, se calhar podes tentar dizer "Bom, Deus é o Universo". Bom, Deus é o criador do Universo. Tu não confundes o pintor de uma obra com a obra que ele pinta, pois não? Bom, mas também Deus não é um polícia. Que relação é que nós temos com o polícia? Bom, andamos a tentar escapar. Bom, Deus não é um polícia que anda atrás de nós. Poderás pensar "Bom, então Deus é assim uma espécie de energia". Bom, de facto, Deus dá-te força, mas Deus não é uma energia. Deus é uma pessoa que tu conheces, que tu vais aprofundando, vais vendo cada vez mais. Onde? Na igreja, nos outros, em ti próprio quando tu praticas o bem. Deus também não é uma espécie de marioneta, que vai mexendo todos os cordelinhos, os teus cordelinhos, os cordéis da tua vida onde tu estás, digamos assim, pré-programado e fazes o que Ele quer. Não! Deus dá-te liberdade. Neste momento, tu podes escolher. Podes fazer escolhas decisivas na tua vida. Portanto, Deus procura encaminhar-te sempre na Verdade. Verdade essa que tem um rosto, tem uma cara que tu conheces, que estás a conhecer também com este vídeo, que é Jesus Cristo.

O último aspeto que Jesus nos diz é que Ele é a Vida. Como é que Jesus é a Vida, se afinal de contas foram os teus pais que te deram a vida? É verdade, foram os teus pais que te deram a vida, mas tu precisas depois de uma outra Vida. Não basta apenas ter o corpo a funcionar, não basta apenas respirares para estares vivo. Quantos amigos teus conheces que, de facto, têm todas estas coisas, estão de perfeita saúde, mas parecem uns zombies.. Parecem que estão assim sem vida, sem motivação, sem alegria. Bom, então se calhar são mais os aspetos de morte que existem nestes teus amigos do que propriamente de vida. Então, o que é que Jesus quer dizer? Quer-nos dizer uma coisa muito simples. Que tu quando estás ligado a Ele, quando realmente pões a tua força, a tua esperança n'Ele podes ter uma Vida. E Vida em abundância. "Ah! Então Jesus vai-me tirar todos os meus problemas?". Bom, não se trata nada disso. Os problemas vão continuar a existir, as dificuldades na tua vida também. Mas tu quando estás ligado à Vida, quando estás plenamente confiante que Jesus está contigo, que te acompanha, que nunca te deixa só, que te ama acima daquilo que tu podes imaginar, das forças que podes ter… Bom, então aí Jesus está contigo e tu percebes "Bom, não estou aqui sozinho. Eu, de facto, estou ligado à Vida".

Apenas um último apontamento, para te dizer uma coisa. Repara que Tomé pergunta a Jesus "Bom, então Senhor, se tu estás-nos a indicar o caminho, mas nós não sabemos para onde é que tu vais, como é que nós poderemos saber o tal Caminho?". O Caminho é a comunidade dos discípulos. Repara que nenhum de nós é cristão sozinho. Tu não és cristão sozinho. Estás no meio do mundo, tens outros amigos que são cristãos, tens uma comunidade onde te reúnes e vês, realmente, esta presença de Jesus. Portanto, neste Domingo procura lembrar-te disto: Jesus é o Caminho, aquele que se põe em movimento. É a Verdade, aquele que nunca nos engana. É a Vida, aquele que te dá força. Portanto, procura responder ao desafio que te propomos a seguir.

P. Abel Ferreira

Newsletter

Subscreve já a nossa newsletter e recebe em primeira mão cada novo episódio.